Home

Aluno Egresso FAIT

 

PAAE – Programa de Acompanhamento do Aluno Egresso

O “Programa de Acompanhamento do Aluno Egresso” objetiva monitorar sua inserção no mercado de trabalho, detectando os sucessos e as dificuldades enfrentadas na carreira profissional, o fomento à educação continuada e a divulgação de oportunidades de trabalho, mantendo-se, assim, um canal de comunicação eficaz com o ex-aluno.

Os alunos são os principais ativos da Instituição. Eles são responsáveis por representar a Faculdade na sociedade e no mercado de trabalho. Depois de formados, continuam levando o nome da Faculdade para os meios sociais e profissionais. Por este motivo, o egresso é muito importante na continuidade e reconhecimento da FAIT-FACULDADE ALIANÇA DE ITABERAI.
 
O aprendizado e a formação representam um marco eterno na vida. Pois, como diz Paulo Freire “Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo”.
 
**Regressos da FAIT poderão comparecer na secretarias da IES entre os dias 20/05/2014 até o dia 28/06/2014 e fazer sua matrícula, com 30% de desconto.

**Regressos terão 40%(quarenta por cento)de bolsa nas mensalidades

**Manual Acadêmico, clique aqui

**Cadastro do webmail no Portal do Universia, Clique aqui

**Portal do Aluno, clique aqui

 

 

 

Portador de Diploma

Se você já possui um diploma, para ingressar num novo curso superior, aproveitando os estudos da graduação anterior, compareça em uma de nossas unidades com os seguintes documentos:

* Diploma e cópia do diploma (Frente e verso)
* Histórico escolar (Alunos regressos não precisam)
* Conteúdo Programático ( Alunos regressos não precisam)

 

FAIT no Transito 2014

Acadêmicos dos cursos de Administração e Ciências Contábeis  da FAIT -Faculdade Aliança de Itaberaí, realizou a Blitz educativa  no dia 13 de Outubro  de 2014,com apoio da policia militar de Itaberaí  e equipe da superintendência do Detran.

A   Blitz Educativa já virou tradição  para os acadêmica  que durante a realização do projeto   distribuirão  materiais educativos de trânsito, pedindo aos condutores o uso do sinto de segurança.

"Que todos  contribuam para um trânsito mais seguro e tenham consciência da importância das normas de trânsito como conhecimento  e  utilização do CTB(Código de trânsito Brasileiro)".

Projeto elaborado pela coordenadora do centro de Extensão e Iniciação Cientifica  da FAIT -Faculdade Aliança de Itaberaí,  Profª. Especialista Jordana Vieira

Horário de Prova de 2014.2

 

CURSO de ADMINISTRAÇÃO - Clique aqui

CURSO de CIÊNCIAS CONTÁBEIS - Clique aqui

Contabilidade: passar na prova é o primeiro passo para exercer a profissão

Em setembro do ano passado, o então estudante de Ciências Contábeis da Unisinos Virgílio Müller figurava entre os 1.527 gaúchos que responderam as 50 questões da prova de suficiência para bacharéis. Como estava no final da graduação, decidiu se inscrever para descobrir como era o exame. Pouco tempo depois, viu que era um dos 942 aprovados. Em janeiro se formou, já com o registro em mãos. “Solicitei o registro definitivo após a colação de grau”, explica Müller. Estudantes podem realizar a prova e requerer um registro provisório, tendo o prazo de dois anos de validade. Se o candidato não se graduar nesse meio tempo, a aprovação expira.

Müller começou a estudar contabilidade em 2008, no olho do furação das mudanças provocadas pela necessidade de adoção das normas internacionais. Quando iniciou na faculdade, ainda não havia a necessidade de prestar o exame para obter o registro profissional para exercer a profissão. Mesmo assim, o jovem se mostra favorável à obrigatoriedade da prova. “É uma boa maneira de nivelar o ensino da contabilidade. E permite selecionar os bons profissionais”, opina.

Ainda na faculdade, ele já trabalhava em empresas no setor contábil. Com diploma e registro garantidos, Müller se tornou sócio em um escritório de contabilidade em Estância Velha, onde vive. Para quem vai prestar o exame em março, o contador alerta: não adianta deixar para estudar apenas na última hora. “A prova te faz pensar. Tem muitas questões difíceis, que são de interpretação. Não adianta só decorar, é preciso ter o conhecimento”, salienta.

Fonte: Jornal do Comércio RS

Você está aqui: Home Notícias